Sua melhor viagem vai ser em Jericoacoara – CE

5
5,0 rating
Baseado em 1 Avaliações
Excelente 100%
Muito Bom0%
Médio0%
Ruim0%
Terrível0%

Reservamos aqui um roteiro de como chegar a Jeri até os melhores passeios. Vem conhecer esse local incrível e que pode ser seu próximo destino.

As melhores práias do Brasil!

5,0 rating
Marcos

Sua Nota

Jericoacoara é uma vila de pescadores que, incrivelmente, conservou sua beleza durante anos. Rodeada por dunas e lagoas, a cidade fica no oeste do Ceará a 300 km de Fortaleza. 

Lagoa do Paraíso

A vila é localizada dentro do Parque de Preservação, uma área de 200km². Onde fica localizado o Parque Nacional de Jericoacoara. A área é responsável em assegurar a preservação de todos os recursos naturais, proibir a pesca e a caça predatória e qualquer outro tipo de poluição. Além de proporcionar pesquisas científicas.

Jeri tem muitas atrações e atividades, belas paisagens e um lindo pôr do sol nas dunas. Aqui, você vai conhecer todos os principais passeios que a região oferece, desde as dunas de areia, formações geológicas como a Pedra Furada a praias incríveis.

Como chegar em Jeri

Transfers em Jeri

Há várias formas de chegar a Jericoacoara, indiferente de sua condição financeira, entretanto, é preciso lembrar que ao chegar em Jeri é cobrado uma taxa de Turismo Sustentável no valor de R$5,00, por dia de permanência na vila. Essa taxa é cobrada em vários pontos de acesso. Se paga apenas uma vez e o formulário deve ser apresentado na entrada da vila, no hotel e na saída de Jeri. Então guarde este formulário durante toda a sua viagem.

A sua primeira opção de transporte é o transfer privativo. Ele é rápido, confortável e pode acomodar até 4 pessoas. Assim ,o tempo de viagem é em torno 4h30 e o preço por veículo é de R$550,00.

Para quem deseja economizar, o ônibus é uma boa opção. Sua viagem será um pouco maior devido às paradas. O que fica em torno de 5 horas do aeroporto de Fortaleza até Jijoca. Portanto, a única empresa que oferece a passagem é a Fretcar com o valor de R$ 60,00 por pessoa. Uma opção econômica, porém, mais cansativa.

Chegando em Jijoca, para quem for de ônibus, é preciso pegar um carro para chegar até a vila de Jericoacoara. Recomendamos um carro 4×4, pois a viagem é feita no deserto e com muitos solavancos. Levando em torno de 40 minutos. Uma outra dica é fechar um pacote com o ônibus + transfer (que fica quase no valor de R$ 100,00), facilitando a viagem, pois já terá um carro te esperando e evita a procura de um transfer.

Onde ficar em Jeri

Jeri possui diversas opções de hospedagem, que vão desde pousadas na própria vila, e hotéis próximos ao mar. Contudo, se você gosta de ter diversas opções de lazer, indicamos que sua hospedagem seja feita na própria vila. Ela oferece uma variedade de opções, desde restaurantes a baladas. Também é possível encontrar uma Passarela do Álcool, onde várias barracas formam um círculo ao redor de um DJ.

Melhores passeios

Lagoa Azul em Jeri – Fonte:

Antes de tudo, sugerimos aos viajantes que escolham e reservem com antecedência seus passeios, pois Jeri geralmente é cheia durante o ano todo. Existem agências onde é possível fazer sua reserva por telefone ou WhatsApp, facilitando o processo de agendamento e reservas. Caso não tenha feito isso antes de viajar, os hotéis possuem indicações e contatos de agências para reservar passeios.

Passeio de Buggy

Passeio de Buggy em Jeri

O dia se inicia com um passeio de buggy, e as agências contratadas buscam os passageiros em suas hospedagens. São dadas duas opções de destino: pelo Litoral Oeste – onde fica Tatajuba – ou pelo Litoral Leste, onde se encontra a Pedra Furada, a Lagoa Azul e a Lagoa do Paraíso. O valor de cada veículo fica em torno de R$300,00 a R$350,00, acomodando até 4 pessoas.

A dica é que use bastante protetor solar e óculos de sol, pois o vento com areia dá uma sensação cortante na pele. Então, se a sua for muito sensível, também é recomendado o uso de uma roupa térmica para proteção.

Litoral Oeste Tatajuba

Esse trecho começa saindo da praia de Jericoacoara até o Rio Mangue Seco. É onde acontece o passeio para ver cavalos marinhos, um passeio opcional que custa R$15,00 por pessoa. Recomendamos pular esta parte (mas só caso queira), pois é um pouco difícil ver os animais e quando acontece o jangadeiro pega o animal e o coloca dentro de um frasco. Não é muito agradável perturbar a vida marinha, né?

Praia do Mangue Seco – Fonte: Viagenscine

Seguindo viagem, se atravessa o rio Guriú para parar na Praia de Mangue Seco, onde tem várias raízes de árvores responsáveis por criar um cenário de filme paradisíaco, e ainda colocam balanços para tirar fotos bem legais.

Lagoa Grande – Fonte: Viagenscine

Depois, segue para as Dunas de Tatajuba até chegar na Lagoa Grande, onde acontece as melhores atividades como tirolesa e toboágua. Ainda tem pausa para o almoço.

Litoral Leste – Pedra Furada, Lagoa Azul e a Lagoa do Paraíso

Pedra Furada

A primeira parada é a famosa Pedra Furada, uma curiosa formação geológica feita pela água do mar. Para conhecer esse ponto turístico, é preciso caminhar 1km para chegar no local que fica isolado por pedras e só tem acesso caminhando, por isso é necessário avisar ao motorista do buggy. Na maré baixa, a caminhada dura 30 minutos.

Árvore da Preguiça – Fonte: Momentosdemochila

Pelo caminho, você vai encontrar a Pedra do Frade e a Árvore da Preguiça. Em seguida, irá passar pela Lagoa Azul no município de Cruz e finalmente a Lagoa do Paraíso: uma praia com redes, comida boa e uma ótima paisagem para apreciar deitado na água.

Lagoa do Paraíso – Fonte: Viagenscine
Lagoa Paraíso – Fonte: Viagenscine

Duna do Pôr do Sol

Duna Pôr do Sol em Jeri

Esse é o passeio que você não deve perder: ver o entardecer sentado na duna de Jeri e encerrar a viagem com chave de ouro com essa incrível vista. É possível chegar até a duna caminhando e fica próximo da Vila de Jericoacoara e ao lado da Praias das Canoas.

A subida até a duna é um pouco cansativa, mas vale a pena; o ideal é escolher bem o calçado e pé na estrada – uma dica também para a cidade, pois todas as ruas são de areia e um bom sapato ajuda na locomoção.

Todas as tardes, os turistas escolhem este local para encerrar o dia. A visita também oferece uma chance de praticar algo bem peculiar: o esquibunda, em que você desce escorregando até a base da duna.

 Quando ir

Como faz sol praticamente todo o ano, é um pouco raro de pegar épocas de chuvas. Elas costumam ocorrer entre os meses de março a junho – considerado o período de baixa – e podem prejudicar os seus passeios e sua estadia. Recomendamos que a visita seja feita entre julho a fevereiro, pois esse período costuma fazer sol durante o dia todo e a probabilidade de chuvas é menor.

A temperatura em Jeri varia entre 35 graus no verão e 22 no inverno.

Aproveitando esse Nordeste maravilhoso, confira nosso conteúdo sobre os Lençóis Maranhenses – MA, é de tirar o fôlego.

Comentários