A beleza peculiar dos Lençóis Maranhenses – MA

5
5,0 rating
Baseado em 2 Avaliações
Excelente 100%
Muito Bom0%
Médio0%
Ruim0%
Terrível0%

Os lençóis maranhenses é um cenário único no Brasil e é um dos mais bonitos do mundo, é quase impossível não se apaixonar.

Nota 1000.

5,0 rating
Marquinhos

Sua Nota

Os lençóis maranhenses é um cenário único no Brasil. É um dos mais bonitos do mundo e é quase impossível não se apaixonar. São dunas enormes a beira mar, com areia branquinhas e lagoas de águas cristalinas de tons de azul e verde.

A região é localizada no noroeste do estado do Maranhão a 250 km da capital São Luís. E ocupa uma área de 155 mil hectares. É onde fica o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e onde estão as principais e as mais belas lagoas da região.

Vista de cima dos Lençóis Maranhenses

Como chegar

A porta de entrada para os lençóis é Barreirinhas, entretanto para chegar até lá é preciso ir para o aeroporto internacional de São Luís e de lá pegar um transporte terrestre. As opções são carro, ônibus interurbano ou van fretada (contratadas em frente ao aeroporto). Te levando até a cidade de Barreirinhas ou Santo Amaro do Maranhão.

Então a saída dos ônibus acontece quatro vezes ao dia, sendo nos horários de ida para Barreirinhas às 6h, 8h45, 14h e 19h30 e de volta 6h, 9h, 14h e 18h45. O custo da passagem de ônibus é de R$51,00 e é a maneira mais econômica de fazer o trecho. O percurso tem a duração de 4 horas e as estradas são bem asfaltadas.

Mas quem escolher ir para a cidade de Santo Amaro do Maranhão terá dificuldades no fim do trajeto, pois a estrada ainda está sendo asfaltada e para atravessar deve ser feito por um veículo 4×4. Esse trajeto ainda não é feito por ônibus interurbano, então a escolha é pegar um transfer privativo. O custo fica entre R$80 e R$100. E é preciso confirmar se o transfer contratado fará o trecho final, caso não faça será necessário pagar fretes disponíveis perto de Santo Amaro, custo de R$ 20.

E tem quem prefira ir direto para a vila de Atins passando por Barreirinhas. Uma das formas de chegar mais rápido a Atins é de lancha, saindo do porte de Barreirinhas, mas também tem o trajeto terrestre com veículos 4×4 e via rio.

Para saber mais sobre o trajeto e como chegar a essas três cidades clique aqui.

Quando ir

Primordialmente fique atento ao período de chuvas que acontece nos meses de janeiro a junho. Com o auge de fevereiro a maio, mas se não quiser correr o risco de ainda pegar dias muitos chuvosos o ideal é ir em junho, julho e agosto. São quando os dias estão mais limpos e as lagoas completamente cheias.

Após a temporada de chuva – começando em setembro – as lagoas começam a secar e fica difícil encontrar lagoas para banho

Então como período de cheias das lagoas varia de um ano para o outro, recomendamos consultar as agências de turismos locais e o ICMBio (pnlm@icmbio.gov.br), para verificar as condições de tempo e você aproveitar o melhor da sua viagem.  

Passeios e atrações

Nas três cidades citadas a cima possui varias opções de passeios para os turistas. Assim cada local tem lagoas e atrações diferentes.  Nenhuma lagoa dos Lençóis Maranhenses é igual em todo território, então vale a pena conhecer cada base dos Lençóis.

Dessa forma todas as lagoas possuem formas, tamanhos, profundidades e cores diferentes. Mas todos com a sua beleza única, o que tem de comum entre elas é a temperatura da água, sempre ótima para banho.

Carro 4×4. Comporta 12 pessoas – Foto: Monique Renne

Os passeios sempre são guiado por profissionais e costumam ser em carros 4×4 em grupos de até 12 pessoas. O preço de um passeio é entre R$ 60 e R$ 120, o que depende do roteiro e da duração. Os passeios podem durar um dia ou meio dia, fazendo um tour pela melhores lagoas da região. Em Barreirinhas os passeios sempre são em grupos de muitas pessoas. Mas em Santo Amaro e Atins é possível fazer tours particulares por um valor um pouco mais alto.

Os mais famosos são: Lagoa Azul e Lagoa Bonita, em Barreirinhas; a Lagoa das Emendadas, Lagoa da Betânia, Lagoa da Andorinha e Lagoa Gaivota, em Santo Amaro do Maranhão; e o Circuito da Lagoa das Sete Mulheres. Com a Lagoa da Capivara , Lagoa Tropical e a Lagoa da Lorena ,em Atins. Os passeios mais famosos não são necessariamente os mais bonitos. Afinal todos os anos a paisagem muda e pode estar diferente do que esperava. Então faça o máximo de passeio que puder e fora da rota tradicional.

Principais Lagoas

Lagoa Azul – Barreirinha. Foto: Monique Renne
Lagoa Bonita- Barreirinha. Foto: Monique Renne

Realmente não importa qual roteiro irá escolher, todas as paisagens são deslumbrantes. É muito difícil escolher qual é o melhor e o preferido, afinal cada passeio é diferente, então faça um roteiro mais prolongado para poder visitar o maior número possível de lugares.

Lagoa das Emendadas – Santo Amaro. Foto: Monique Renne

Há quem diz, que os melhores passeios estão em Santo Amaro, que lá existe lagoas de cores extraordinária. Apesar das mais famosas estarem em Barreirinha não quer dizer que as mais bonitas estão lá, e não há como negar que as lagoas de Santo Amaro possui beleza singular, as lagoas são maiores, transparentes e as dunas possui formatos impressionantes.

Por ser perto da cidade a visita é feita a pé, o único problema, talvez, seja a caminhada de 4 horas para chegar a Lagoa das Emendas, a compensação é que os passeios lá são mais vazios e este é o único roteiro feito a pé.

Além da visita ás lagoas há opções de passeios de lancha, quadriciclo, avião e roteiros a pé. O custo desses passeios fica entre R$ 40 e R$ 350 reais. Os preços não variam muito entre as agências, mas vale pesquisar. Busque sempre agências credenciadas para ter segurança nos passeios, os guias profissionais sabem o trajeto que devem fazer para não se perder e preservar o Parque Nacional, os carros possuem adesivos com os número da permissão e a logomarca do Parque, os condutores devem portar crachás de identificação. Em hipótese alguma faça a viagem sem guia, o território do Parque é extenso e muito fácil de se perder, evite sempre problemas.

Passeios radicais

Sobrevoo nos Lençóis Maranhenses – Foto: Monique Renne

Se quiser realmente conhecer os Lençóis recomendamos sobrevoar as lagoas, do alto a vista é mais impressionante ainda. Há diversas rotas para escolher, o custo é de R$ 300 reais por pessoa.

Kitesurfe

Tem quem gosta de aprender esportes radicais, e o kitesurfe é o indicado para praticar na alta temporada, entre os meses de agosto a dezembro. Se você for uma dessas pessoas que quer aprender o ideal é se hospedar em Atins, onde há escolas à beira mar. Será uma forma realmente diferente de passeio entre as incríveis lagoas azuis.

O passeio de quadriciclo – Foto: Monique Renne

O passeio de quadriciclo é permitido apenas fora do Parque Nacional, em uma área chamada de Pequenos Lençóis, é onde a atividade é autorizada. Dentro do próprio parque o uso é proibido.  É uma opção de passeio para sair da rotinas das lagoas e se divertir passeando pela praia. O custo para o passeio é de R$ 350 para duas pessoas, com saída às 9h e o retorno às 17h.

Por do sol nas dunas – Foto: Monique Renne

Se tem uma coisa que você deve fazer o máximo que puder é assistir o por do sol nas dunas. É uma visão espetacular e inédita a cada dia, e o melhor: é grátis.

Dicas de viagem

Sempre que puder leve comida para os passeios, o Parque não oferece infraestrutura de alimentação para os visitantes e na maioria dos passeios não haverá lugar para comprar comida ou bebida. Apesar de que os passeios integrais sempre tem pausa para o almoço e pouco provável, haverá lugares para fazer lanche. Alguns carros oferecem caixa térmica para os turistas guardar bebidas.

Pelo fato de os passeios pelas dunas quase nunca ter opção de ficar na sombra e durarem quase o dia todo é preciso estar bem equipado levando roupas leves, de banho, chapéus e muito protetor solar. O chinelo também não indispensável, apesar de que a areia das dunas não são quente e permite andar descalço, sem preocupação de queimar os pés, mas é ideal levar uma meia, principalmente para quem vai fazer a travessia do Parque Nacional, depois de algum tempo caminhando os pés podem ficar sensíveis e tornar o passeio doloroso.

Importante:

Celular: Melhor não esperar o melhor sinal do mundo nos Lençóis Maranhenses, o serviço de telefonia e internet estão sempre instáveis, principalmente quando chove, então resolva tudo antes de partir em viagem. As pousadas oferecem sinal de wi-fi, mas não confie que estará funcionando devidamente. As operadoras indicadas para sinal de telefone é a OI e de internet é a Claro.

Dinheiro: Cartão de crédito é quase sempre aceito em Barreirinhas, não sendo o mesmo para Santo Amaro e Atins. Se não quiser passar aperto é recomendável levar quantias em dinheiro e deixar um pouco as máquinas de cartão de crédito de lado. Para quem precisa sacar dinheiro  na cidade de Barreirinhas há Banco do Brasil, Bradesco, Caixa e Banco do Nordeste. Em Santo Amaro há um Bradesco, casa lotérica e agências dos Correios. Em Atins não há bancos.

Ficou com vontade de conhecer esse paraíso? Se você vai ou se já esteve lá, conte pra gente como foi e não deixa de conferir outros conteúdos incríveis no site.

As 5 maravilhas do Jalapão – TO (Inacreditável)
Sua melhor viagem vai ser em Jericoacoara – CE

Quer ver mais fotos desse lugar incrível? Confira no facebook dos Lençóis Maranhenses, caso fizer uma viagem para lá suas fotos também podem aparecer no feed.

Comentários